Vazias são as primeiras horas da manhã

Acordar sem propósito, sem motivação para nada.

Aquela idéia ainda permanece, ela grita “-Não vai durar!”

Cada alegria é estranhamente acompanhada de pelo menos um problema.

E você tem medo da altura.

Correndo, em direção ao nada.

E aquele novo sentido pra viver, começa a se esvair em poças de desilusão.

O acaso (querido acaso) trouxe aquilo até você, aquela semente de alguma coisa.

Mas não me deixa abraçar!

Não me deixa acariciar!

O que está tentando me dizer?

Ah, agora percebo, quer me fazer perceber que tem algo a dizer.

Mas por que me atingir nesse ponto? Precisava mesmo ser tão cruel?

No ponto mais íntimo da minha alma, antes estável, agora prestes a desmoronar.

Oh! Déjà vu. All over again.

Então é isso, eu não aprendi na primeira vez?

Então o mínimo que posso fazer é agradecer por uma segunda chance, mas eu realmente achei que era mais que isso. É triste pensar que nunca poderei plantar aquela semente, pois ela já foi plantada em outro, coração.

Anúncios

0 Responses to “Vazias são as primeiras horas da manhã”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: